Asas

Voltar menu poesias

 

ASAS

* Deixe-me voar,
* devolvam-me as asas escondidas
* não são asas de anjo
* são asas de minha vida.

* Deixe-me voar,
* dê-me condições de saltar
* no vento, não me cortem as asas
* não são asas de pássaro,
* são asas do pensamento.

* Dê-me asa de anjo, ou de
* Pássaro errante
* quero voar distante,
* ver estrelas brilhantes
* deixar o tempo me levar.

* Não me cortem as asas,
* Deixe-me voar,
* não são asas de anjo
* são meus braços estendidos no ar

abraçando a liberdade,
* deixe-me voar.


Leni Martins

Envie este poema!  

Voltar menu de poesias


 

Voltar página inicial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 







Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/