Voltar à página inicial

Voltar ao menu de Poemas Góticos

Batalha Solitária


Tão só prossigo neste campo de batalhas
Brigando comigo mesmo,
Com todos os meus fantasmas.

Mãos vazias de coração tão cheio,
Guerra intima,
Uma luta dentro do peito,
Matando os pensamentos com
As flechas que não tenho.

Solitária...
Nesta guerra sem medalhas
Onde o olhar se apaga
Medo estampado na face
Cabeça coroada de farpas

Tão só...
Calçando a mente,
Procurando me manter de pé.
Ser indiferente,
Esquecer o que está impregnado,
Manter-me inconsciente.

Só... Muito só neste momento
Escondendo-me nos becos
Levantando meus muros
Fugindo de mim mesmo.


Leni Martins

Envie este poema!

Voltar ao menu de Poemas Góticos


Voltar à página Inicial

 

PageRank

















 

 





 

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/