Voltar à página inicial

Voltar ao menu de Poemas Góticos

Cada gota uma rosa


Derramarei a última gota vermelha
na estrada da ilusão
deste sangue que goteja
demarcando uma paixão.

Cada gota, um esquecimento
em cada esquecimento ,uma dor...
em cada dor, um pedido de socorro,
em cada gota, o amor.

Brotará neste chão manchado
rosas repletas de espinhos,
que se alimentarão de cada gota do meu
sangue gotejado no caminho.

Gota por gota
respingando em desalinho,
regando as rosas negras
que brotaram no caminho.

Cada gota, um esquecimento,
em cada esquecimento, uma cicatriz
das rosas negras que brotaram dentro
do meu peito criando tua raiz.

Leni Martins


Envie este poema!  

Voltar ao menu de Poemas Góticos

Voltar a página Inicial

PageRank



 















 

 





 

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/