Eu me preciso

Voltar menu de poesias

Eu me preciso

Devo chorar todas as minhas alegrias,
E sorrir todas as minhas tristezas,
Não me condenar pelo medo,
Não cair na fraqueza.

O incerto sempre está porvir
E na grandeza de cada gesto
hei de me conduzir,
Em mil lágrimas que já chorei
E nas que eu já engoli.

Devo me reconhecer
Diante deste confesso cenário,
Não cobrir meu espelho...
Não esconder-me dos fatos.

Eu preciso...
Sentir o cheiro da vida,
Sentir os cabelos molhados,
Pela chuva que há de cair,
Ou pelas gotas do orvalho.

Devo me seguir...
Ser a minha sombra...
Ser o meu próprio passo
Caminhar em torno de mim mesmo,
Descobri-me nos atos.

Posso me guiar...
Encontra-me nos lapsos
Conversar com minha imagem
Riscar meus traços...
Pintar meu destino
Ser o meu próprio teatro.

Desfazer as malas,
Guardar alguns trapos
Voltar em busca de minha vida
Que eu deixei de lado.

Leni Martins


Envie este poema!  

Voltar menu de poesias


Página inicial

PageRank







Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/