Voltar à página inicial

Voltar ao menu de Poemas Góticos

Eu Te Liberto


Eu te liberto,
Do sacrifício de ser amado,
Para que não se sinta o culpado
Pelos meus desamores
Pelos meus fracassos.

Liberto-te dos meus acasos...
Dos meus sonhos inacabados,
do amor não vivido,
dos meus poemas inesperados.

Liberto tua alma...
Paro de seguir teus passos,
Para que viva tua vida,
E esqueça o passado.

Liberto-me de ti...
Liberto-me de fato.
Mas sentindo a dor da partida,
Como a dor de um parto.
Livre das amarras,
Livre desde fardo.

Eu te liberto...
De dentro de mim, te solto como um pássaro,
Livre para voar
para que não se sinta o culpado.
Por um amor que te crucifica...
Por não saber ser amado.

 

Leni Martins

Envie este poema!


Voltar ao menu de Poemas Góticos

Voltar a página Inicial


PageRank















 

 





 

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/