O Teu Desprezo


O teu desprezo é o preço que hoje eu pago.
Amor abnegado, viver de lembranças e passado
É sobreviver de ilusões
Carregar um grande fardo.

O teu desprezo que em minha face agora trago!
Tem um sorriso sem graça
Um olhar descompassado
Fúnebres sombras...
Calando-me os lábios.

Tua alma me traz o frio!
Pálidas esperanças, coração sombrio,
Palavras espalhadas com o vento
E o meu amor por um fio.

O teu desprezo cospe a saliva de minhas rimas
Pisoteia em meus versos, mastiga minha ira
Engole meu veneno aos poucos...
Com tua frieza ímpia.

Não reage, nem descrimina...
O teu desprezo é como o ácido
Corroendo a tua língua,
tornando-o uma marionete
De tua própria vida.


Leni Martins


Envie este poema!  

Voltar ao menu de Poemas Góticos


Voltar a página Inicial



PageRank












 

 





 

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/