Sou apenas o teu ego
PÉRFIDO e absurdo
O que desdenha meus atos
O que me carrega em absoluto

Eu sou...
O teu ego no submundo dos desejos
A tua ferida aberta
Cicatrizada pelos meus beijos

O teu ego é cego
PERVERSO e traiçoeiro
Manipulador do amor que te tenho
Desfilando em uma bandeja a minha cabeça
Como se fosse um prêmio.


Leni Martins


Envie este poema!  

Voltar ao menu de Poemas Góticos


Voltar a página Inicial



PageRank












 

 





 

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/