Perdoe-me

Perdoe-me

Perdoa-me...
Se te transformei num ídolo,
se eu precisei de ti em cada instante
dos meus delírios.

Perdoa-me se te transformei
num barco ancorado,
na beira do mar, se te fiz de
ancora ou de um pescador
a naufragar.

Perdoa-me se fiz de ti...
o sol que me guia, a estrela
que me ilumina, as águas que levam tudo
o vento que assovia.

Perdoa-me,
razão de minha vida,
se eu fiz de ti minha estrada
de poesias, meus lamentos,
minhas agonias.

Peço-te perdão pelo amor
que sinto, por ter te amado
tanto e te carregar no peito
comigo.

Perdoa-me, apenas isto.

Leni Martins

Envie este poema!


Voltar menu de poesias

 

Página inicial




PageRank



Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/