Roubarei-te

Voltar menu de poesias

Roubarei-te

Roubarei para ti o dourado de
todas as tardes ensolaradas,
e na soleira dos meus pensamentos,
guardarei-te em minha morada.

Roubarei pra ti o perfume das acácias,
a fragrância da relva molhada,
o frescor do orvalho,
o transpirar das madrugadas.

E da fonte das águas, roubarei para ti
as nascentes...
onde brotam minhas esperanças como
se fossem algumas sementes.

Roubarei tua alma como se fosse
minha somente...
e a colocarei como hóstia consagrada
em um cálice transparente,
misturarei-te ao vinho tinto e
beberei-te pra sempre.

Leni Martins

 

Envie este poema!

Voltar menu de poesias

 

Página inicial


PageRank

 

 







Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/