SEM MIM


Deixou-me como flor sem vaso,
Espaço vago...
Arco-íris sem cor
Barco naufragado.

Deixou-me...
Assim, sem uma estrada...
Como um pássaro sem asas...
Chão sem terra,
Lago sem águas.

Deixou-me como ilha desolada
Céu sem estrelas,
Andarilho sem morada,
Palhaço sem palco...
Noites sem madrugadas.

Deixou-me assim...
Com sua porta fechada,
Como um fantasma...
Que ronda em forma de versos
Sem mim...
Sem nada.

Leni Martins

Envie este poema!  


Voltar ao menu de Poemas Góticos





Voltar a página Inicial




PageRank




 

 





 

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/