Voltar à página inicial

Voltar ao menu de Poemas Góticos

Sonhos velados


Eu velei pelos meus sonhos
na esperança de ressuscitá-los.
Levei flores, levei vasos,
acendi velas em castiçais dourados...

Mas os meus sonhos continuaram ali:
pálidos, entorpecidos pelos medos,
açoitados pelos descasos.

Eu fiquei noites e noites
olhando meus sonhos serem
levados,
arrastados pelo tempo, esquecidos
e calados.

Como eu velei pelos meus sonhos!!!
E de nada adiantou!!!
Foram soterrados friamente pelo
inconsciente que tanto sonhou.

Leni Martins

Envie este poema!


Voltar ao menu de Poemas Góticos

Voltar a página Inicial


PageRank

 

 

















 

 





 

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/