Voltar à página inicial

Voltar ao menu de Poemas Góticos

Vela


Ao fechar-me teus olhos,
ao selar-me tua boca
rogarás por mim numa ânsia
louca.

Tuas noites serão veladas
pelos fantasmas do inconsciente,
e no deleite dos teus sonhos eu estarei
presente.

Ao fechar-me tua janela,
ao trancar-me tua porta
a solidão te acompanhará.
Eu estarei do lado de fora,
com uma vela acessa na mão
orando pela tua alma.

 

Leni Martins

Envie este poema!


Voltar ao menu de Poemas Góticos

Voltar a página Inicial
















 

 





 

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/