Vento


Voltar menu de poesias

Vento

Serei o vento que passa,
que fica e te leva sem asas.
Serei o vento que uiva
em árvores choronas,
choram suas folhas, balançando
com a chuva ,que depois as abandonam

Serei o vento que sopra na direção dos campos
cobrindo-te com seu manto de flores singelas,
flores de laranjeira, brancas e amarelas.

Serei o vento que apavora na aurora de um
amanhecer,
a tempestade que passa e deixa rastros.
Serei o sereno, o vento sem rumo
no prumo de um veleiro à mercê.

Eu me tornarei o vento .
Tocando-te os cabelos.
Beijando-te a face.
Entregando-te meu pensamento.

Serei como o vento...

Leni Martins

Envie este poema!

Menu de poesias

Página inicial



PageRank

 

 

 

 







Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/